Comprar Agora

Sistema de arrefecimento / refrigeração

reservatório agua

Também conhecido por circuito de água, o sistema de arrefecimento ou refrigeração é o sistema que controla a temperatura nos motores a explosão. Assim, o sistema de arrefecimento tem como finalidade controlar a temperatura mínima e máxima do motor a combustão. Ou seja, é responsável por deixar o motor sempre na temperatura ideal.

Nos automóveis mais antigos, a preocupação era a de se dissipar o calor gerado pelo motor. Mas, com o passar do tempo, os automóveis passaram a aproveitar a energia térmica gerada pela combustão para seu desempenho e durabilidade. Desta forma, os veículos atuais estão dotados de um controlo mais estável e preciso da temperatura sob variadas condições de uso. Podemos então falar da temperatura ambiente, da pressão atmosférica e da carga do veículo.

Nos automóveis mais modernos com controlo eletrónico do motor e que sofram qualquer mudança na temperatura, a quantidade de combustível injetado e o ponto de ignição também sofrem alterações.

Existem algumas vantagens num sistema de arrefecimento que trabalhe na temperatura ideal

O motor tem maior durabilidade, já que existe um menor desgaste/atrito dos componentes. Assim, as manutenções diminuem. Percebe-se uma maior economia de combustível e, ao mesmo tempo, o desempenho melhora! Ainda pode-se verificar uma diminuição na emissão de poluentes para a atmosfera.

Componentes do sistema de arrefecimento

Anticongelante (e não água!)

Possibilita a troca de calor do sistema, através da passagem pelo motor, com o ambiente externo. É através do radiador (que faz a troca de energia térmica) que a temperatura do motor mantém-se estável e mais próxima à temperatura ideal de trabalho. Normalmente, o anticongelante é composto por uma mistura de água destilada com aditivos.

Estes aditivos podem ser puros e têm como objetivos melhorar o controlo da temperatura, prevenir a corrosão dos elementos metálicos do sistema, limpeza do circuito, prevenção da formação de cristais de gelo quando as temperaturas são muito baixas.

Bomba d’àgua

Bombeia o líquido de arrefecimento, fazendo circular no sistema. Geralmente, é acionada pela correia e alternador.

Radiador

Quando o líquido de arrefecimento passa pelo radiador, perde calor. Assim, acaba por  baixar a sua temperatura e, consequentemente, a do motor.

Termostato

O termostato bloqueia o ciclo do líquido para não passar pelo radiador e enquanto o motor não estiver à temperatura ideal de trabalho.

Quando o motor atinge sua temperatura de trabalho, o termostato abre-se e permite a passagem do líquido para o radiador. O termostato fica aberto durante todo o percurso do anticongelante.

Sistema de ventilação forçada

É utilizado para forçar a passagem de ar do radiador quando o fluxo é demasiado baixo para compensar a dissipação de energia térmica. Ou seja, em momentos que o veículo se encontra parado ou em baixa velocidade.

Tubagens e conectores

Como o nome indica, fazem as conexões entre os componentes do sistema.

Sensor de temperatura

Este sensor informa o módulo de injeção eletrónica e os indicadores sobre a temperatura real do líquido de arrefecimento que irriga o motor.

Reservatório

Muitos apelidam de reservatório da água, mas não leva água! É anticongelante!

Contém o bocal de abastecimento e permite controlar os níveis do líquido de arrefecimento no sistema.

Válvulas de pressão

São dispositivos localizados em vários pontos do sistema e permitem controlar a pressão.

Termo-ventilador

É responsável por acionar o ventilador em função da temperatura do líquido de arrefecimento. Encontra-se no interior do radiador.

Como funciona o sistema de refrigeração/arrefecimento

sistema de arrefecimento

A bomba força a circulação do líquido de arrefecimento pelo sistema. Enquanto o  anticongelante não atinge a sua temperatura normal, o termostato impede que o anticongelante vá para o radiador. Assim, circula apenas pela bomba e pelas galerias internas do motor.

Quando a temperatura normal do anticongelante é atingida, o termostato abre ligeiramente. O fluído passa e é direcionado para o radiador. Ao atingir uma temperatura já elevada, o termo-ventilador, que se encontra no interior do radiador, abre.

Desta forma, o líquido, que está no interior do radiador, dispersa parte do calor absorvido. Neste ponto, existe uma troca de calor entre o ar atmosférico e o próprio anticongelante. O radiador ‘expulsa’ o calor gerado através da ventilação forçada até que atinja a temperatura ideal para voltar ao motor. Quando o liquido retorna ao motor, o termo-ventilador desliga. E, assim, inicia-se um novo ciclo.

________________________________

Gostas de mecânica, mas não sabes os nomes das ferramentas? Não sabes por onde começar? Clica aqui e conhece o nosso EBOOK com 12 ferramentas básicas da mecânica!

Leave Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *